Sunday, July 31, 2005

A minha parte lua

Queres conhecer a minha lua... basta saires á porta de casa. No céu há uma caligrafia que é o desenho desse rosto noturno.Vens beber um café com a minha parte lua, estarei á mesa contigo a iluminar-te as pernas, não ofereças cigarros á minha sombra que já me basta fumar os comboios e as chaleiras a fumegar de chá.
Vens tu ou eu?!Sou a lua que está em qualquer parte, que se acende nos olhos e se apaga nos pensamentos.Tu desejas conhecer esta lua, achas que ela é a coincidencia de um amor tão forte que é impossivel ser outro. A lua conhece a vida em todos os propósitos e tu que habitas sobre a água e a terra, que contas as estrelas nos finos dedos chupados de desejo, pensas que podes tomar café, leres o jornal e beijares o teu namorado com a protecção da minha sombra. Não! É melhor ficares ou vai por uma rua onde eu não ande, não me encontrarás no mercado a vasculhar no meio das flores, nem terei o cheiro de peixe quando andares sózinha pelo cais.
O meu destino é o meu destino, ilumino ruas , não carrego lágrimas, nem quero um grão de sdangue para pintar a tua vida e a tua paisagem tão surreal e louca como uma adolescente espanhola.
Agora estás zangada com a lua! Olha come laranjas e terás um por de sol dentro de ti.
Hoje não vou aparecer no céu, nem vou aparecer asos homens. Hoje não vou aparecer porque não me apetece existir
lobo 05

0 Comments:

Post a Comment

<< Home