Sunday, July 31, 2005

o vento espalha-te o sangue

O vento espalha-te o sangue e há um homem que prova a maresia num copo fresco de vinho.O vento espalha-te as lágrimas e há uma musica aconchegada nos braços de quem perdeu a noite nas promessas da vida.
O vento espalha-te o sangue e há um homem que espera um dia unico de solidão selhe apetecer morrer.
O vento espalha-te as lágrimas e há um poente que podia cegar-te mas que te ilumina.
O vento espalha-te as lágrimas

0 Comments:

Post a Comment

<< Home